Farmácia Maxifarma

Truques de beleza caseiros que podem ser perigosos para a sua saúde

Hidratar a pele com óleo de coco e clarear manchas com suco de limão: conheça esses e outros tratamentos de beleza caseiros perigosos para ficar longe.

28 de setembro de 2018 - Maxifarma

Cuidar da pele e dos cabelos com ingredientes que você tem na cozinha pode ser econômico e divertido, e algumas dicas realmente funcionam muito bem. Porém, é fundamental ter em mente que alguns truques de beleza podem parecer simples, mas são muito perigosos.

Há uma infinidade de canais do YouTube e perfis do Instagram que se dedicam a compartilhar tratamentos caseiros para hidratar a pele, dar brilho aos cabelos, aumentar a duração da maquiagem e muitos outros.

Contudo, algumas vezes esses truques podem não ter resultado algum ou, pior ainda, causar problemas à sua saúde. Conheça algumas das dicas caseiras mais famosas que podem trazer prejuízos a você:

1. Suco de limão para clarear manchas na pele

Mais do que clarear as manchas mais pigmentadas, o suco do limão pode causar queimaduras e novas manchas na pele – neste caso, permanentes. Isso acontece porque ele tem uma substância que reage em contato com a luz do sol e estimula a produção de melanina.

Mesmo que você faça o truque à noite, qualquer resíduo do limão que permaneça no dia seguinte poderá causar esses problemas. 

2. Desodorante com suco de limão

O limão realmente tem propriedades antissépticas que ajudam a eliminar os microrganismos que causam odores desagradáveis ao degradar o suor. Porém, pelos mesmos motivos explicados a cima, esse é um truque caseiro muito perigoso.

Além disso, essa fruta tem um nível de acidez muito elevado, que pode ser extremamente irritante para a pele sensível das axilas.

3. Pasta de dente para secar espinhas

Embora alguns ingredientes comuns nas pastas de dentes, como o bicarbonato de sódio e o mentol, tenham propriedades secativas, eles também são agentes inflamatórios se aplicados na pele. 

Dessa forma, a espinha pode até secar, mas a pele ao seu redor tende a ficar irritada e manchada. Além disso, esses produtos podem entupir ainda mais os poros, agravando o problema.

4. Óleo de coco para hidratar a pele

O óleo de coco se tornou um dos ingredientes mais queridinhos no mundo fitness e no universo da beleza, mas suas propriedades têm sido questionadas nessas duas áreas. 

No caso dos truques caseiros, é muito fácil encontrar dicas dizendo que o óleo de coco pode ser utilizado para hidratar a pele, mas o problema é que ele é muito comedogênico. Isso quer dizer que esse ingrediente tem uma grande capacidade de entupir os poros, favorecendo o surgimento de espinhas.

5. Antitranspirante para controlar a oleosidade do rosto

Como seu próprio nome indica, os antitranspirantes servem para impedir a produção de suor, mas eles não têm nenhum efeito na produção de óleo. 

Porém, mais do que serem ineficientes para esse propósito, esses produtos também podem causar vermelhidão, entupir os poros e irritar a pele do rosto em função de ingredientes como sais de alumínio e fragrâncias.

6. Fixar a maquiagem com spray de cabelo

Novamente, trata-se de um produto que não foi desenvolvido para o rosto, por isso ele não deve ser utilizado nessa região. Embora seja excelente para fixar penteados, o spray pode deixar a pele irritada e ressecada e provocar descamações.

7. Aspirina para a pele e o cabelo

A aspirina é feita de ácido salicílico, uma substância que realmente é indicada pelos dermatologistas para tratar manchas, espinhas, cravos e caspa, seja durante um peeling ou como componente de produtos manipulados.

Porém, quando a aspirina é aplicada na pele ou no cabelo sem orientação médica, ela pode não surtir efeito ou, então, causas queimaduras , lesões e manchas permanentes. 

Além disso, estima-se que 1% da população seja alérgica ao ácido acetilsalicílico e, dependendo da sensibilidade de cada pessoa, o uso tópico pode levar a reações muito graves, como o choque anafilático.

8. Coca-Cola e suco de limão para acelerar o bronzeado

Esses truques de beleza caseiros são do tempo da vovó, mas, como eles sempre voltam à moda “revitalizados” e são muito perigosos, vale a pena fazer o alerta.

Tanto a Coca-Cola quanto o suco de limão contêm ácido cítrico, que, somado à ação do sol, favorece o surgimento de queimaduras e manchas permanentes na pele.

9. Óleo ou chá de folha de figo para tomar sol

Outras substâncias que não devem ser aplicadas no corpo no intuito de acelerar o bronzeado são o óleo e o chá de folhas de figo. 

Ambas contêm um componente chamado psoraleno, que reage em contato com a radiação ultravioleta e causa vermelhidão, bolhas e queimaduras, que favorecem o surgimento de infecções secundárias. Em geral, as reações surgem 24 horas depois da exposição ao sol, de forma que a pessoa não percebe o perigo na hora e as queimaduras podem ser gravíssimas.

Outros produtos que você jamais deve aplicar na pele antes de tomar sol são margarina, manteiga, sal grosso, glicerina, óleo de coco, óleo de urucum e azeite de oliva. Quando o assunto é pegar uma corzinha, o mais seguro é utilizar um bronzeador com FPS e que seja de uma marca conhecida.

10. Carvão para clarear os dentes

Em busca de alternativas consideradas “mais naturais”, muitos influencers aderiram ao uso do pó de carvão para deixar os dentes mais brancos. A técnica pode até promover um clareamento muito discreto ao remover uma parte da placa bacteriana aderida aos dentes.

Contudo, por ser abrasivo demais, o efeito do carvão vai além da remoção das manchas, podendo danificar o esmalte dentário. Como resultado, os dentes ficam mais sensíveis e mais vulneráveis a cáries e infecções.

11. Enxaguante bucal para as espinhas

Os enxaguantes bucais contêm ingredientes antissépticos capazes de evitar o crescimento de microrganismos da cavidade oral, prevenindo o mau hálito e a placa bacteriana.

Porém, esses produtos não servem para tratar as espinhas: mesmo que os enxaguantes realmente combatam as bactérias, sua fórmula é irritante para a pele, podendo deixá-la ressecada e manchada. Portanto, reserve-os apenas para a boca.

12. Coca-Cola para dar volume ao cabelo

A princípio, o truque parece funcionar, pois o refrigerante realmente dá mais volume aos fios e deixam o cabelo com aquele aspecto despojado.

Ao mesmo tempo, porém, aplicar Coca-Cola nas madeixas pode fazer com que elas ressequem, percam o brilho e fiquem quebradiças, pois os refrigerantes são muito ácidos e cheios de substâncias químicas inadequadas para o uso tópico.

13. Filme-plástico para perder medidas

Se seu sonho é ter uma cinturinha de pilão, saiba que é muito mais eficiente e saudável recorrer a uma combinação de exercícios físicos e boa alimentação do que se enrolar em filme-plástico e passar calor.

Além de elevar excessivamente a temperatura do corpo, o que pode levar a uma queda de pressão e causar desmaios, essa prática faz com que a transpiração se acumule no filme-plástico e permaneça em contato com a pele, podendo provocar uma micose.

14. Anticoncepcional no shampoo para fazer o cabelo crescer

Esse truque surgiu a partir do fato de que a progesterona, um dos hormônios presentes nas pílulas anticoncepcionais, bloqueia a ação da testosterona, um hormônio relacionado à queda de cabelo e afinamento dos fios.

Porém, como a progesterona é uma molécula grande e o tempo de contato com a pele é curto, ela não é absorvida pelo couro cabeludo, de modo que essa dica acaba não tendo nenhum efeito prático. 

O perigo, neste caso, está no fato de ter pílulas sobrando para colocar no shampoo: mesmo que seja apenas uma, deixar de tomá-la pode colocar o efeito anticoncepcional em risco e resultar em gravidez não planejada.

15. Água e sal grosso para se bronzear

A princípio, essa dica para se bronzear pode fazer você se lembrar da praia, mas a verdade é que ela é mais um dos truques de beleza perigosos dos quais você deve passar longe.

Ao aplicar água e sal grosso na pele e se expor ao sol, o resultado é a desidratação do tecido cutâneo, que fica ainda mais sujeito a inflamações, manchas e queimaduras graves.

16. Água oxigenada para clarear manchas da pele e dos dentes

A água oxigenada é excelente para remover manchas de sangue, ferrugem e suor em roupas, além de eliminar o mofo de diversas superfícies. 

Contudo, essa propriedade deve ser reservada para a limpeza dos objetos, pois mesmo a água oxigenada de 10 volumes, que é indicada para o uso doméstico, tem efeito corrosivo e requer cuidados especiais ao ser manipulada. 

Dessa forma, é desaconselhável aplicar água oxigenada no rosto ou nos dentes para tentar remover manchas, já que ela pode causar irritações, feridas, alergias e queimaduras na pele, na mucosa bucal e nas gengivas.

17. Pressão para aumentar os lábios

Muita gente sonha em ter os lábios volumosos da Angelina Jolie ou da Kylie Jenner, mas não é por meio da sucção de copos que esse objetivo será atingido.

Ao colocar a boca dentro de um copo e retirar todo o ar, você até pode ficar com os lábios mais inchados por alguns minutos. No entanto, esse truque caseiro pode causar lesões na pele delicada que recobre os lábios ou adquirir um desagradável hematoma ao redor deles.

18. Shampoo-bomba com vitamina de cavalo

O Monovin A é um medicamento injetável de uso veterinário que é feito com vitamina A pura. Ele é indicado para animais cavalos e bois com insuficiência desse micronutriente, o que pode resultar em prejuízos na aparência da crina e do pelo, problemas de crescimento e maior tendência a infecções.

Como a vitamina A tem propriedades hidratantes, algumas pessoas imaginaram que esse medicamento veterinário poderia ajudar a fechar as cutículas dos fios, segundo as moléculas de água dentro deles e deixando-os mais macios. 

A partir disso, surgiu a ideia de misturar o Monovin A no shampoo e fazer o chamado “shampoo-bomba”, que promete fazer o cabelo crescer mais rapidamente. Entretanto, isso não acontece na prática – e o resultado pode ser prejudicial para a beleza e a saúde dos cabelos. 

Em primeiro lugar, não existe indicação desse produto em humanos, muito menos autorização da Anvisa ou estudos sobre os efeitos reais do Monovin A aplicado no couro cabeludo.

Além disso, como a concentração de vitamina A é muito alta, o shampoo-bomba pode levar a uma intoxicação causada pelo excesso desse micronutriente, causando problemas como queda de cabelo, ressecamento da pele e do couro cabeludo, feridas nos lábios e até mesmo prejuízo do crescimento de crianças e adolescentes e malformação fetal.

Esses são apenas alguns dos truques de beleza caseiros mais famosos que não fazem efeito ou que podem trazer problemas graves. Por isso, o melhor mesmo é não se arriscar e utilizar apenas produtos de confiança. Na dúvida, sempre converse com o seu dermatologista.

****

Procure sempre um especialista para tratamentos de beleza. Encontre os melhores produtos para se cuidar na Maxifarma. Consulte a unidade mais próxima a você.