Farmácia Maxifarma

Como a língua pode revelar seu estado de saúde?

Abra a boca e abra os olhos também: descubra o que a língua pode revelar da saúde e fique atento a mudanças de cor e ao surgimento de feridas

06 de fevereiro de 2018 - Maxifarma

Talvez você não saiba disso, mas a língua é um bom indicador do nosso estado geral. Isso mesmo: ao conhecer alguns sinais que podem afetar esse músculo, você fica por dentro de tudo o que a língua pode revelar da saúde e também do seu estado emocional.

Inclusive, existe um ramo da odontologia especializado em estudar a língua e outros tecidos da boca: trata-se da estomatologia. Saiba mais sobre esse assunto e não espere até sua próxima ida ao médico ou ao dentista para observar como anda a sua língua.

Como é uma língua normal

Uma língua saudável tem uma coloração rosada e brilhante, é viçosa, apresenta firmeza muscular e, ao fundo, é recoberta por uma camada branca e fina chamada saburra. Além disso, é possível visualizar e sentir as papilas gustativas, responsáveis por identificar os sabores.

Alterações em uma ou mais dessas características são sinais de que algo não vai bem no corpo. Conheça as principais mudanças e saiba o que a língua pode revelar da saúde:

Língua vermelha

Se a sua língua passou da coloração rosa para o vermelho mais intenso, isso pode ser um sinal de problemas na garganta, anemia, alterações no estômago ou doenças autoimunes.

Para ter uma ideia melhor de onde está o problema, observe se a tonalidade avermelhada está acompanhada por estas alterações:

  • Revestimento branco-amarelado apenas no lado direito: pode ser um sinal de problemas na vesícula biliar, anemia ou deficiência circulatória;
  • Revestimento esbranquiçado, fino e pegajoso com ondulações nas bordas: pode indicar que o paciente respira com a boca aberta, tem problemas respiratórios ou sofre com alguma alergia;
  • Manchas de sangue ou pontos escuros com revestimento esbranquiçado e espesso: podem ser sintoma de problemas no baço ou síndrome depressiva;
  • Fissuras e pouco revestimento: são sinais de insuficiência renal, nefrite, problemas digestivos, desnutrição e bronquite;
  • Secura e vermelhidão na ponta da língua: costumam indicar que o paciente está com febre, ou seja, ele tem alguma infecção. Em relação ao emocional, pode surgir em pessoas que estejam passando por um período de estresse.

Língua roxa

Quando a língua assume um tom arroxeado, isso pode ser sinal de hemorragia em órgãos internos ou alterações na coagulação sanguínea.

Assim como acontece com a língua avermelhada, a língua arroxeada pode apresentar outras alterações:

  • Língua roxo-clara com revestimento esbranquiçado e pegajoso: aparece em pacientes com desequilíbrios hormonais e síndrome de Cushing;
  • Língua roxo-escura e revestimento branco-amarelado com mau odor (putrefeito): pode ser um sinal de insuficiência cardíaca ou infecção nos pulmões.

Língua pegajosa ou com manchas brancas

Este pode ser um sinal de candidíase bucal, uma doença oportunista causada por fungos e que está associada a infecções nos seios nasais e à doença do refluxo gastroesofágico.

Quando a candidíase acomete a língua, a principal causa costuma ser o refluxo dos ácidos estomacais, ou seja, esses ácidos sobem até a boca e o nariz, causando irritação e aumentando o risco de infecções.

Língua com revestimento branco

Muitas vezes, essa cobertura branca nada mais é do que um excesso de saburra, ou seja, um depósito de restos de alimentos e resíduos gerados pelas papilas. Nesse caso, uma boa higiene bucal dá conta do problema.

Porém, esse também pode ser um indício de que a pessoa está seguindo uma alimentação pouco equilibrada, com excesso de gorduras saturadas, frituras e produtos altamente processados.

O revestimento esbranquiçado também pode revelar problemas digestivos causados por quadros de estresse ou ansiedade.

Língua muito lisa

Uma língua que fica com a superfície lisa, como se tivesse perdido as papilas gustativas, pode estar atrofiada, o que causa sensação de ardência e queimação. Isso pode ser um sinal de anemia e também de alterações no metabolismo da glicose, que pode evoluir para um quadro de diabetes.

Língua “geográfica”

Se a sua língua sempre foi cheia de “desenhos” que lembram um mapa, você pode ficar tranquilo. Isso provavelmente é apenas uma característica genética que não causa nenhum problema.

Porém, caso esses desenhos apareçam e desapareçam com frequência, eles podem ser um sinal de alergia ou intolerância a algum alimento.

Língua com queimação

Quando a sensação de queimação aparece de repente, ela pode indicar infecções dos seios nasais e do trato respiratório superior ou uma deficiência nutricional, como de vitamina B12, zinco e ferro. A queimação também pode ser resultado de tratamentos dentários ou de um estresse crônico.

Língua com feridas

Feridas sem uma causa aparente (você não se lembra de ter queimado ou mordido a língua, por exemplo) e que não desaparecem depois duas ou três semanas devem ser investigadas por um médico.

A causa desse problema pode ser desde uma infecção por fungo ou vírus devido a um quadro de baixa imunidade até mesmo uma lesão maligna, indicando um câncer de língua. Nesse caso, a doença pode ser acompanhada por dores na língua e na garganta, dificuldade para engolir e prejuízo dos movimentos desse músculo.

Agora que você já sabe o que a língua pode revelar da saúde, não tenha vergonha de colocá-la para fora na frente do espelho e analisar a sua aparência. Se você notar qualquer alteração que não se resolva em alguns dias, não deixe de consultar um médico ou dentista.

Fonte(s): Abril, Otorrinos Hospital, Uol, Melhor com Saúde e Dr. Rondó