Farmácia Maxifarma

6 maneiras de estimular o desenvolvimento do seu filho

Seguir uma rotina, ter meios de se expressar e receber o apoio necessário em cada etapa são fatores essenciais para o desenvolvimento da criança.

08 de outubro de 2019 - Maxifarma

O Dia das Crianças se aproxima e em grande parte das famílias com filhos o assunto é o mesmo: os brinquedos que os pequenos gostariam de ganhar! É natural que eles se encantem com os presentes, mas você, que é o responsável pela criação dessa pessoinha, sabe muito bem que seu papel vai muito além de atender a desejos materiais.

Pensando nisso, nós preparamos algumas dicas para ajudar você a estimular o desenvolvimento do seu filho. Confira:

1. Estabeleça uma rotina

O senso de organização deve ser desenvolvido desde cedo com o seguimento de uma rotina para as atividades diárias, incluindo hora de tomar banho, comer, brincar e dormir.

Além de tranquilizar a criança por permitir que ela saiba o que vem depois, esse hábito facilitará a organização da agenda quando seu filho começar a ter responsabilidades com a escola.

2. Ajude seu filho a ter mais autonomia

Em torno dos dois anos, com a chamada adolescência do bebê, os pequenos começam a perceber que têm vontades próprias, muitas vezes diferentes das dos pais. Porém, eles ainda não têm as habilidades cognitivas necessárias para se expressar, o que acaba criando uma grande frustração e as famosas crises de birra.

Uma forma de lidar com isso é permitindo que seu filho tenha mais autonomia. Por exemplo, a partir dos dois anos, quando eles costumam tentar se vestir sozinhos, você pode selecionar previamente algumas combinações de peças fáceis de colocar, como calças de elástico e tênis com velcro, e deixar que seu filho monte o próprio look.

A partir dessa idade, os pequenos também podem carregar pertences como casacos ou brinquedos durante um passeio. Para os mais velhos, vale o incentivo para organizar a própria mochila.

3. Converse de verdade com a criança

Ao mostrar interesse real pelo dia a dia do seu filho, ele entenderá que você se importa com as conquistas e dificuldades que ele possa ter. Por isso, dedique-se a ter conversas de qualidade com ele.

Quando o pequeno chega da escola, por exemplo, questione-o sobre qual foi a atividade mais divertida que ele fez ou qual foi o conteúdo mais desafiador – perguntas como essas incentivam as crianças a se expressarem mais detalhadamente do que um mero “foi tudo bem na escola?”.

4. Escolha os brinquedos de acordo com a faixa etária

Esta dica vale tanto para o Dia das Crianças quanto para qualquer outra data em que a criança vai receber um presente. Na hora de escolher um brinquedo para o seu filho, é essencial levar em conta as preferências do pequeno e também as recomendações para a idade, por exemplo:

  • Antes dos 2 anos: brinquedos que estimulem os sentidos, como aqueles feitos de tecido (bolas, bonecas, carrinhos etc.), coloridos e com diferentes texturas, como mesa ou tapete de atividades;
  • De 2 a 4 anos: brinquedos que desenvolvam a coordenação, como blocos de montar e jogos de encaixar, ou aqueles que estimulam a imaginação, como carrinhos, bonecas e instrumentos musicais;
  • De 4 a 6 anos: brinquedos que favoreçam a criatividade, o aprendizado e a inteligência, como jogo da memória, quebra-cabeça, massa de modelar e fazendinha;
  • De 6 a 8 anos: brinquedos para utilizar em grupos ao ar livre ou estimular a criação de histórias, como bola, bicicleta, pipa e fantasias;
  • A partir de 8 anos: brinquedos que desenvolvam a capacidade de raciocínio e planejamento, como kits de mágica, do tipo “pequeno cientista” ou de construção, jogos de tabuleiro e jogos de estratégia.

5. Incentive a leitura

A leitura é fundamental para o desenvolvimento da imaginação, da memória e do raciocínio, assim como para a aquisição de novos conhecimentos – e os pais têm papel fundamental para desenvolver esse hábito nas crianças.

Os livros de banho são indicados a partir dos três meses, e os livros de pano podem ser deixados ao alcance dos pequenos a partir do sexto mês de vida. Estimule seu filho a descrever as figuras e permita que ele crie suas próprias histórias.  Lembre-se de que livros também podem ser um excelente presente para o Dia das Crianças.

6. Respeite o tempo de cada criança

Embora haja muito material sobre as habilidades esperadas para cada faixa etária, lembre-se de que seu filho é único e que você deve respeitar o tempo dele. Evite fazer comparações com outras crianças, preferindo oferecer incentivo contínuo para que ele continue se desenvolvendo cada vez mais.

Antes de pensar que seu filho está “atrasado” de alguma forma, procure refletir se realmente se trata de uma dificuldade maior ou de uma quebra de expectativas que os adultos possam ter em relação ao pequeno. Se a dúvida persistir, busque auxílio do pediatra ou do psicólogo infantil.

Quando os pequenos recebem todo o suporte necessário para se desenvolver, os resultados vão além de uma infância saudável e se estendem pela adolescência e pela vida adulta. Feliz Dia das Crianças!

***

O seu filho merece o melhor, você encontra os produtos que combinam com ele na Maxifarma. Encontre a unidade mais próxima e confira!