Farmácia Maxifarma

7 dicas para pais ocupados estarem mais presentes na vida dos filhos

As crianças estão crescendo e você mal tem tempo para elas? Confira nossas dicas para pais ocupados e procure organizar sua rotina de uma forma diferente.

19 de outubro de 2018 - Maxifarma

Trabalho, trânsito, contas, supermercado, política, economia... Nossa rotina é tão corrida e cheia de preocupações que, muitas vezes, ficamos sem tempo para nosso bem mais precioso: nossos filhos. Se você se identifica com essa situação, pode ser útil conhecer algumas dicas para pais ocupados.

Afinal, só conseguimos transmitir valores positivos quando nos dedicamos de verdade aos pequenos e passamos tempo suficiente com eles. Veja algumas ideias que podem te ajudar nessa missão:

1. Estabeleça suas prioridades

Você não pode deixar de trabalhar e cumprir suas obrigações profissionais, pois todos nós precisamos de recursos financeiros para suprir as necessidades da nossa família. Contudo, o trabalho não pode ser o seu único compromisso.

Provavelmente, não será possível reduzir sua jornada durante a semana. Porém, reflita se fazer um novo MBA à noite ou se dedicar o seu fim de semana a um programa de coaching realmente são atividades mais importantes do que estar presente da vida das crianças.

Quando estiver em dúvida, procure pensar em quais são os seus valores. A partir disso, será mais fácil definir suas prioridades e decidir se você deve ou não aceitar mais um compromisso que deixará você mais distante de seus filhos.

2. Descubra onde você está desperdiçando seu tempo

As horas passam, suas tarefas estão sempre atrasadas, você está continuamente exausto e mesmo assim parece que você não fez nada o dia todo? Nesse caso, uma das melhores dicas para pais ocupados é rever a rotina e identificar os ladrões de tempo.

Por exemplo: você precisava de 5 minutinhos para responder um e-mail do escritório, mas, quando se deu conta, já tinha passado mais de uma hora fazendo isso. Será que você realmente foi capaz de apenas abrir sua conta, ler o e-mail e escrever uma resposta ou será que você acabou se distraindo com as notícias ou as redes sociais?

Sem perceber, levamos muito mais tempo para realizar uma tarefa simples porque nos permitimos dar uma espiadinha no Facebook, responder um amigo no WhatsApp ou qualquer outra atividade. Contudo, quando conseguimos manter o foco, somos capazes de cumprir nossas obrigações e ainda temos mais tempo e disposição para os pequenos.

3. Aprenda a delegar tarefas

Tentar assumir todas as responsabilidades da casa vai te deixar exausto – e você não dará conta de tudo. Por isso, é essencial aprender a delegar tarefas. Se você conta com uma pessoa para te ajudar na limpeza, por exemplo, talvez ela possa organizar o armário da cozinha para você, de forma que você não precise passar o domingo inteiro fazendo isso.

Além disso, as crianças podem assumir alguns compromissos relacionados à organização e à limpeza da casa, como guardar os próprios brinquedos, arrumar a cama, colocar e tirar a mesa, lavar a louça e outras atividades compatíveis com a idade delas.

Ao dividir as obrigações, elas são cumpridas mais rapidamente, de modo que você poderá dedicar seu tempo e sua energia para seus filhos.

4. Abra mão de ter uma casa perfeita

Uma casa com crianças inevitavelmente vai ter bagunça, sejam brinquedos pela sala ou roupas pelo quarto. Isso sem falar que, de vez em quando, as paredes também podem ganhar algumas marcas indesejáveis...

Diante desses cenários, é comum que principalmente as mães se sintam culpadas e desgostosas porque a casa não está em perfeitas condições. Porém, novamente é preciso recorrer às prioridades e ter em mente que a bagunça pode ser arrumada a qualquer momento, mas os filhos serão crianças por pouco tempo.

Dessa forma, não se martirize se a louça ficar para o outro dia ou se as cortinas tiverem que ficar manchadas por mais uma semana. O mais importante é aproveitar o momento que você tem com a sua família.

5. Evite sobrecarregar o dia a dia dos filhos

Fazer um curso de idioma, praticar esportes e ir à aula de dança são atividades importantes na vida das crianças, mas é preciso que os compromissos extracurriculares sejam bem dosados para não sobrecarregar a agenda dos pequenos.

Afinal, de nada adianta você ter um tempo livre se seus filhos não puderem estar com você. Por isso, procure manter dias livres – mesmo que seja no fim de semana – para que vocês possam passar bons momentos juntos.

6. Estabeleça uma rotina em família

Se você não consegue encaixar seus filhos na sua agenda, talvez seja preciso criar uma rotina de atividades com as crianças e assumi-la como um compromisso – ou seja, nada de deixar para depois ou ocupar esse tempo com outra atividade.

Você pode definir, por exemplo, que a terça-feira à noite está reservada para um jantar preparado em família ou que o domingo de manhã é o dia oficial do passeio no parque.

Além disso, você pode assumir tarefas do dia a dia, como levar ou buscar as crianças na escola, e criar uma rotina que permita que vocês tenham um tempo para o diálogo, sem outras distrações.

7. Deixe o celular de lado

Seus filhos já reclamaram que você passa muito tempo no celular? Esse é um sinal claro de que talvez você esteja dando mais atenção para o aparelho do que para as crianças – e, conforme elas se tornam adolescentes, a tendência é que passem a imitar esse comportamento.

Além disso, estar o tempo todo com o celular na mão pode passar a mensagem de que seus filhos são menos importantes do que as pessoas com quem você está conversando ou os posts que você está curtindo.

Desse modo, quando você estiver fazendo uma refeição, passeando ou fazendo qualquer outra atividade com as crianças, procure dedicar-se totalmente a elas, sem conferir as notificações a cada cinco minutos.

Tenha em mente que os filhos crescem rápido e que, antes que você possa imaginar, eles estarão formando sua própria família. Portanto, busque adotar algumas destas dicas para pais ocupados, de forma a aproveitar ao máximo esta fase única da vida deles. Os outros podem esperar.

Fonte(s): Dicas de MulherSou Mãe e UOL Educação