Farmácia Maxifarma

7 cuidados para tomar no verão

Conhecer os principais cuidados para tomar no verão é a melhor forma de evitar problemas de saúde e aproveitar a estação.

30 de janeiro de 2019 - Maxifarma

O calor intenso e o sol forte são excelentes para aproveitar a praia, a piscina e toda a diversão que a estação mais quente do ano nos oferece. Porém, esse período também demanda uma atenção especial com a saúde, por isso é preciso ficar de olho nos cuidados para tomar no verão. Confira:

1. Caprichar no uso do filtro solar

No verão, o protetor solar se torna ainda mais importante, mesmo que ele deva ser utilizado diariamente em todas as estações. De dezembro a março, os raios atingem a Terra com mais intensidade, especialmente entre as 10 e as 16 horas, aumentando as chances de queimadura pela exposição à radiação ultravioleta.

Dessa forma, quando ficamos em locais fechados, é preciso aplicar o filtro solar pela manhã e reforçar no intervalo do almoço e no meio da tarde. Já quando vamos à praia ou à piscina, o ideal é aplicar o protetor antes mesmo de colocar a roupa de banho, reaplicá-lo a cada duas horas e sempre que mergulhar ou transpirar.

A escolha pelo melhor fator de proteção solar (FPS) varia conforme o tom de pele de cada pessoa. Porém, o mais indicado é utilizar um filtro com FPS 30 ou superior mesmo em peles morenas e negras.

2. Reforçar a proteção com roupas e acessórios

O protetor solar é indispensável, mas seus efeitos serão ainda melhores se ele for combinado com o uso de roupas e acessórios que bloqueiam parte dos raios UV. Por isso, devem-se utilizar peças como chapéus, bonés e óculos escuros de boa qualidade.

Roupas de mangas compridas feitas de tecidos naturais, como o algodão, também são recomendadas para longas exposições ao sol e para pessoas de pele sensível, como as crianças. É possível ainda recorrer às roupas que já vêm com protetor solar, sem abrir mão do filtro.

3. Ter ainda mais atenção com as crianças

No verão, as crianças querem ficar na água o tempo todo, mas é preciso adotar medidas para protegê-las das queimaduras solares e da desidratação. Para isso, deve-se aplicar um protetor infantil nos pequenos a partir dos seis meses, enquanto as maiores, que já ficam expostas ao sol, devem fazer intervalos na sombra periodicamente.

Além disso, é necessário oferecer água, sucos e chás naturais às crianças, que muitas vezes deixam de se hidratar para poder curtir a piscina por mais tempo. Servir lanches à base de frutas hidratantes, como abacaxi, melancia e melão, também é uma boa ideia.

4. Dobrar os cuidados com os idosos

Assim como as crianças, os idosos precisam de mais atenção na estação mais quente do ano, pois a percepção da sede diminui com o passar do tempo. Assim, é preciso estar atento à ingestão de líquidos, garantindo que as pessoas mais velhas se mantenham hidratadas. Além disso, a pele deles é mais fina e sensível, aumentando as chances de queimadura solar.

Somado a isso, o organismo dos idosos não é tão eficiente na eliminação do calor. Essas características favorecem a hipertermia, também conhecida como insolação, que consiste em um aumento da temperatura do corpo acompanhado por sintomas como dor de cabeça, tontura, fraqueza, vômitos, confusão mental, agitação e convulsões.

Se esses sinais aparecerem, leve a pessoa para um local mais fresco, faça com que ela se deite, afrouxe roupas muito justas e tire os sapatos dela. Ofereça água apenas se ela estiver consciente e busque atendimento médico o mais rápido possível.

5. Aumentar a ingestão de líquidos

Embora as crianças e os idosos sejam mais sujeitos a complicações causadas pelo calor, todas as faixas etárias precisam reforçar sua hidratação nos dias mais quentes, pois perdemos mais líquidos por meio da transpiração.

Assim, o ideal é tomar de 2 a 2,5 litros de água por dia, antes mesmo se sentir sede, pois ela indica que o organismo já está se desidratando. Além disso, deve-se evitar o consumo de substâncias que favorecem a perda de água, como bebidas alcoólicas, cafeína e açúcar em excesso.

6. Adotar uma alimentação saudável

Com as temperaturas mais altas, aumenta também a dificuldade do organismo em processar alimentos pesados e gordurosos, favorecendo problemas digestivos. Dessa forma, é ainda mais importante dar preferência a uma dieta leve.

O ideal é apostar em alimentos como verduras, legumes e frutas frescas, que também ajudam a hidratar o corpo. Deixe as frituras e massas de lado e, na hora de escolher um sorvete para se refrescar, prefira aqueles à base de frutas.

7. Prevenir-se contra as micoses

Os fungos se proliferam mais rapidamente em ambientes quentes e úmidos, fazendo com que o verão seja a estação mais propícia para as micoses. Essas infecções podem surgir em qualquer região da superfície corporal, mas elas aparecem principalmente nas unhas e entre os dedos dos pés. Para evitá-las, recomenda-se seguir alguns cuidados como:

  • Usar chinelos ao frequentar ambientes que estão continuamente molhados, como vestiários e banheiros de piscinas, chuveiros coletivos, saunas e lava-pés;
  • Assim que de sair da piscina ou da praia, tomar uma ducha de água doce para remover as impurezas e procurar tomar um banho completo o mais rápido possível, trocando as roupas molhadas;
  • Secar todas as dobras cutâneas depois do banho, especialmente entre os dedos dos pés. Você pode utilizar um secador de cabelo para ajudar nesse processo;
  • Evitar o compartilhamento de objetos que podem transmitir microrganismos de uma pessoa para outra, como toalhas, pentes, bonés, chapéus, meias e calçados.

Por mais que as férias sejam um período de descontração, os cuidados para tomar no verão não devem ser negligenciados. Ao seguir essas medidas, você vai aproveitar a estação com muito mais saúde!

Fonte(s): SBDSalutar Fisioterapia e Terra