Farmácia Maxifarma

5 razões para os homens cuidarem da saúde

Os homens vivem em média 7 anos a menos do que as mulheres. Conheça bons motivos para cuidar da sua saúde.

02 de agosto de 2019 - Maxifarma

O mês de agosto tem duas datas muito especiais: uma delas é o Dia Nacional da Saúde, comemorado em 5 de agosto, e a outra é o Dia dos Pais, celebrado no segundo domingo do mês. 

Por isso, essa é uma excelente oportunidade para falarmos sobre a saúde dos homens, que ainda estão muito atrás das mulheres nesse quesito. 

O que é saúde?

Saúde é o estado em que desfrutamos do completo bem-estar físico, mental e social, conforme definido pela Organização Mundial da Saúde. Ou seja, ter saúde não significa apenas estar livre de doenças, mas sim ter uma boa qualidade de vida em todos os seus aspectos.

Dessa forma, tanto os bons hábitos de vida (ter uma alimentação saudável, praticar exercícios, evitar álcool e cigarro etc.) quanto o equilíbrio emocional (sentir bem consigo mesmo, ter bons relacionamentos etc.) são requisitos para a saúde, assim como o acesso à assistência médica, às vacinas e ao saneamento básico.

Dia Nacional da Saúde: uma data para a conscientização

O Dia Nacional da Saúde foi estabelecido para promover a educação sanitária da população e ampliar a conscientização sobre a importância da saúde. O dia 5 de agosto foi escolhido porque, nessa mesma data em 1872, nascia o médico Oswaldo Cruz, um dos primeiros estudiosos das doenças tropicais que acometiam o Brasil.

saúde masculina

Oswaldo Cruz se destacou em âmbito nacional e internacional por ser um dos principais responsáveis pelo combate às doenças que mais se espalhavam no Rio de Janeiro no início do século XX, como febre amarela, peste bubônica e varíola.

Os bons resultados obtidos pelo médico se devem a algumas de suas medidas sanitaristas, como o isolamento de doentes, a eliminação dos vetores (como ratos e mosquitos) e a vacinação em massa da população, que representaram uma grande novidade para a época.

Saúde masculina: por que os homens devem cuidar da saúde 

Diferente das mulheres, que costumam fazer ao menos o acompanhamento com o ginecologista, grande parte dos homens não têm o hábito de fazer consultas preventivas, além de relutar muito antes de ir ao médico.

Para ilustrar: você sabia que 70% dos homens que vão ao médico só fazem isso a pedido da esposa ou dos filhos? E pior ainda: mais da metade desses pacientes só aceita comparecer a uma consulta quando seus sintomas já são quase incapacitantes e a doença chegou a um estado avançado.

Em consequência, há um aumento do risco de diagnosticar doenças apenas quando elas já estão instaladas ou em estado avançado, dificultando o tratamento. Conheça alguns dos principais motivos para os homens cuidarem da saúde:

1. Aumentar a expectativa de vida

De acordo com o IBGE, a expectativa de vida de uma menina nascida no Brasil em 2019 é de 80 anos, enquanto a de um menino é de 73. Essa diferença acontece por causa de fatores biológicos que não podem ser modificados, como a genética e os hormônios femininos e masculinos, mas também se deve a fatores ambientais, como o comportamento.

Além de os homens terem uma tendência maior a desenvolver problemas cardiovasculares, sua expectativa de vida é reduzida porque eles apresentam taxas mais elevadas de mortes prematuras, como aquelas causadas por acidentes de trânsito e violência.

Embora a falta de autocuidado, a baixa frequência de consultas e exames preventivos e o incentivo cultural a um comportamento arriscado não justifiquem todas as mortes, esses são fatores que têm um grande peso na diferença de expectativa de vida de homens e mulheres.

2. Identificar doenças em fase precoce

Ao manter suas consultas e exames de rotina em dia, é possível identificar doenças que estágio inicial ou que ainda não se instalaram completamente, oferecendo um leque muito maior de tratamentos e medidas de prevenção.

A diabetes, por exemplo, é uma doença que não tem cura. Porém, quando o paciente está na chamada pré-diabetes, ainda é possível evitar o desenvolvimento completo da doença com medidas não medicamentosas, como mudanças na alimentação e a prática de exercícios.

Além disso, quase todos os tipos de câncer, com destaque para o câncer de próstata no caso da saúde masculina, apresentam taxas de cura muito mais elevadas quando são detectados e tratados logo no início.

3. Economizar nos gastos com a saúde

O antigo ditado “é melhor prevenir do que remediar” não diz respeito apenas à eficácia dos tratamentos, mas também se refere aos gastos com a saúde ao longo da vida.

cuidados com a saúde masculina

Ao ter uma alimentação saudável, praticar atividades físicas e ficar longe do álcool e do cigarro, por exemplo, diminuem-se os riscos de diversas doenças. Em consequência, as despesas com consultas, exames, medicamentos e cirurgias são menores.

4. Aumentar sua produtividade

Muitas vezes, nosso rendimento no trabalho é prejudicado por fatores dos quais nem dos damos conta, como uma baixa qualidade do sono, deficiências nutricionais e problemas posturais.

Ao identificar esses pontos, é possível corrigi-los com orientação médica adequada e recuperar sua capacidade total de concentração, memória e atenção, fazendo com que sua produtividade aumente.

5. Ter mais disposição para aproveitar a vida

Quando alcançamos o estado de bem-estar físico, mental e social mencionado na definição de saúde da ONU, ou pelo menos chegamos perto dele, temos muito mais energia e disposição para cumprir nossas tarefas, buscar nossos sonhos e aproveitar as oportunidades.

Tudo isso faz parte de uma boa qualidade de vida e nos permite viver bons momentos com os filhos, a família e os amigos, tornando nosso dia a dia muito mais feliz. Que tal aproveitar a chegada do Dia Nacional da Saúde e do Dia dos Pais para começar a olhar com mais carinho para você mesmo e dar mais atenção à sua saúde?

Fonte(s): Ministério da Saúde e G1